terça-feira, 3 de março de 2009

36th Chamber of Shaolin (1978) - Dir. Lau Kar Leung


Gordon Liu interpreta San-Te, um jovem dedicado aos estudos vivendo em uma cidade que estava sobre o controle dos Manchus.
Cansado de ser apenas mais um pau-mandado dos Manchus com a dica de seu professor ele se junta a um grupo rebelde e junto com outros colegas é encarregado de passar informação entre os grupos, usando a carga da loja de frutos do mar de seu pai como disfarce.
Porém, os espiões acabam sendo descobertos e após um massacre de todos os rebeldes, San-Te foge em direção ao templo shaolin para aprender kung-fu nas 35 Câmaras e finalmente cumprir sua vingança contra o general Manchu (Lo Lieh).

Acho que não preciso comentar que esse é um dos grandes clássicos da era de ouro dos filmes de kung-fu, o filme da Shaw Brothers mais visto e o ganhador de um prêmio de melhor filme de artes marciais no ano de seu lançamento, teve como principal característica a grandiosidade, seja dos cenários ou da quantidade imensa de gente utilizada para a sua gravação.
Ao contrário da grande maioria dos filmes da época em vez de se concentrar em lutas longas e presentes a cada 5 minutos de diálogo, 36th Chamber prefere desenvolver um belo roteiro que acompanha a dura batalha tanto mental quanto física para se tornar um monge.
Mas não achem que isso faz da obra um filme monótono, mesmo com sua duração um pouco mais longa que o normal (quase 2 horas) em momento algum o filme se torna chato ou cansativo, na verdade é exatamente o contrário a história te envolve tanto que quando finalmente chegam as lutas você está torcendo freneticamente para que San-Te vingue seus amigos mortos e recupere o orgulho de seu povo.
E vale citar que as lutas demoram a chegar, mas quando chegam é um arregaço e para os apressadinhos vai valer cada maldito minuto da espera.
Gordon Liu e Lo Lieh no ultimo combate do filme!


Se você ainda não viu esse épico, levante essa bunda do computador e coloque o filme no DVD o mais rápido possível.

***** - 5 Estrelas.

Trailer

7 comentários:

Aline disse...

Aê, Raphael, bem vindo de volta a blogosfera \o/

Não conheço ainda a trilogia, mas um dia remediarei isso. Pareceu ser muito bom mesmo.

Parabéns pelo novo blog e não abandone mais!

Takeo Maruyama disse...

Opa, Rapha! O seu novo blog não poderia ter começado melhor!!! O nome do blog também está muito bem sacado. Parabéns pelo recomeço!

Raphael Dias (Pin-Head) disse...

Muito obrigado Lin e Takeo...espero continuar com esse blog por um longo tempo hehehehe
Valeu pelo apoio de vocês =)

Vinícius Thomazini disse...

Aeeeeeeeeeeee Raphael!! Que dê tudo certo com seu blog. Tá foda, cara! Abraço

Raphael Dias (Pin-Head) disse...

Aeaeae, valeu Vinask =)

Bruno ´Dolman´ disse...

Que Buda o abençoe!

Anônimo disse...

que o lula te ajude companheiro!